Lowton, curiosidade maçônica, iogurte, dois excelentes livros de Henri Durville, ágape e música

Bom dia/tarde/noite, meus IIr.’.

O post de hoje, traz a vocês de forma singela, uma explicação sobre  Lowton, uma curiosidade que pode remontar em mais de quatro mil anos a origem de nossa Fraternidade, um artigo assinado por nutricionista acerca da composição de uma famosa marca de iogurte, os dois primeiros, de uma série de quatro Livros de Henri Durville, entitulados “A ciência secreta“, uma receita especial de lombo de porco – para aqueles que apreciam, porque apesar de preparar, não como pratos com carne – e uma música de Mozart, com coro maçônico.

Aproveitem o Dia

Um T.’. F.’. A.’. e,

Inté de repente!

Sidney.

Tema maçônico:

O que vem a ser “Lowton”? A resposta foi retirada do livro de Jules Boucher, A Simbólica Maçônica, ed. Pensamento-Cultrix.

“”Louveton ou Louveteau, diz RAGON (Rituel D’adoption de jeunes Louvetons, p. 12), sao denominações de origem muito antiga que significam “jovem lobo”, nome que, nos mistérios de Isis era dado ao filho de um iniciado, chamado chacal ou lobo porque a máscara que ele usava, mesmo em público, tinha a forma simbólica desse animal.”. A esse respeito, Macróbio diz que os antigos tinham percebido uma relação íntima entre o lobo e o Sol, que o Iniciado representava na cerimônia de sua .sua recepção: “Com efeito, diziam eles, à aproximação de um lobo, os rebanhos fogem e desaparecem, e até as constelações, que são rebanhos de estrelas, desaparecem diante da luz do Sol”.

“Lux vem de luké, luz, lobo, chacal, que foi o emblema do Sol, cujo nascer, como o galo, ele anuncia com seus gritos. Esse é o motivo pelo qual o lobo era consagrado a Apolo, de onde seu nome de Apolo-Lucius.”

Convém dizer (em francês) louveton e deixar a palavra louveteau para a História Natural. Essa palavra apesenta-se cm as seguintes variações: Lowton, lofton, loveton, loveson, etc. Trata-se de formas mais ou menos anglicizadas.”

Curiosidade maçônica:

Abaixo a transcrição de William Bramley, em sua obra The Gods of Eden (Os Deuses do Eden), em que noticia o descobrimento de papiros que, se comprovados, podem antecipar em muito a origem conhecida de nossa Fraternidade:

“No antigo Egipto, aos engenheiros, projectistas, e maçons que trabalhavam nos grandes projectos arquitectónicos era concedido um estatuto especial. Eram organizados em  corporações (ou associações) de elite…”

“Foram encontradas, pelo arqueólogo Petrie, provas da existência dessas corporações especiais, durante as suas expedições ao deserto do Líbano em 1888 e 1889. Nas ruínas de uma cidade construída por volta de 300 a.C., a expedição do dr. Petrie descobriu diversos registos em papiro. Uma parte descrevia uma corporação que mantinha reuniões secretas por volta de 2000 a.C.. A corporação reunia-se para discutir o nº de horas de trabalho, salários e regulamentos do trabalho diário. Reunia-se num local de culto e providenciava apoio a viúvas, orfãos e trabalhadores em dificuldades. Os deveres organizacionais descritos nos papiros são  extremamente semelhantes áqueles atribuidos ao ‘Vigilante’ e ‘Venerável’ num ramo moderno da…. Maçonaria.”

Ciência / Hospitalaria:

Repassando artigo interessante que me chegou via e-mail por um amigo, da nutricionista paulista Marilia C. Duarte, sobre o tal “Bacilo Dan Regularis” presente no popular Iogurte Activia.

Ainda não pesquisei profundamente sobre o fato específico, de forma que não sei se procede 100% (mas que faz sentido, isso faz). O artigo me levou a pensar em quão poucas pessoas estão realmente interessadas em conhecer o que comem. Poucos (pouquíssimos mesmo) se dão ao trabalho de identificar a procedência daquilo que ingerimos. Nosso organismo é tão duramente agredido por todos os tipos de produtos químicos a cada dia, e que se encontram presentes em todos os produtos industrializados, que não me surpreenderei se dia desses tiver algum tipo de crise de abstinência pela falta de ingestão de determinado produto.

Mas, afinal, partindo para o que interessa, a nutricionista Marilia Duarte começa seu artigo com duas perguntas: “Afinal, o que é Activia?  O que são os bacilos DanRegularis?” e a seguir explica:

“Bifidobacterium animalis é uma bactéria anaeróbica gram-positiva encontrada nos intestinos de animais de grande porte, inclusive humanos. Qual seria então a fonte para se obter o famoso DanRegularis? NÃO, você não está enganado. São as FEZES HUMANAS…, SIM, SIM E SIM! Mas o absurdo não para aí… Muitas empresas têm tentado registrar subespécies específicas como uma técnica de marketing, renomeando estas subespécies com rótulos pseudo-científicos. A Danone (Dannon) protocolou como marca registrada a cepa DN 173.010, e comercializa o organismo nomeando-o de:
Bifidus Digestum (Reino Unido), Bifidus Regularis (EUA e México), Bifidubacterium Lactis ou B.L. Regularis (Canadá), DanRegularis (Brasil) e Bifidus Artiregularis (Argentina, Áustria, Bulgária, Chile, Alemanha, Itália, Irlanda, Romênia, Rússia e Espanha).
Cientificamente, o nome correto desta cepa é Bifidobacterium animalis subsp. animalis, strain DN-173.010. O motivo pelo qual a bebida láctea Activia ajuda na digestão é o simples fato de que a bactéria adicionada pela Danone pertence a uma cepa mais irritante para a mucosa intestinal, que ao entrar
em contato trata de expelir o mais rapidamente possível o material fecal.
Sejamos honestos. É saudável, a longo prazo, acostumar o sistema digestivo (ou mais modernamente, sistema digestório) humano a somente funcionar pela introdução de um material irritante/estimulan te? Isso não seria viciar o organismo? Não seria mais coerente consumir mais fibras e menos pão branco, o verdadeiro culpado pelos problemas intestinais? Alimento probiótico, eles dizem… Até quando vamos ser ingênuos (ou seria mais correto otários) de acreditar cegamente em propagandas e em campanhas de marketing??
A bebida láctea contendo Bifidobacterium animalis sp vem sendo comercializada pela Danone pelo mundo afora desde 1990, mas somente no Brasil  tiveram a cara-de-pau de colocar o nome da marca Danone (DanRegularis) no nome científico registrado. Mas, sinceramente, prefira as verduras ao leite de cocô doce. …”

Opinião pessoal:

O Activia não é um caso isolado, cada produto que compramos, conta em seu rótulo com uma quantidade absurda de produtos que não conseguimos identificar, quer por serem de origem puramene química, quer por serem adotados os nomes científicos das plantas utilizadas em sua fabricação.

Nós, o povo crente, dócil e manipulável do Brasil, não temos o costume (ou o trabalho) de identificar o que nos é oferecido ou, às vezes, empurrado goela abaixo pelos grandes conglomerados econômicos, simplesmente aceitamos passivamente as informações por vezes parcialmente omissas, falsas ou contraditórias, que nos são dirigidas. Consumimos de forma insana e voraz cada novo produto lançado, sem sequer nos apercebermos do risco em potencial que nossa saúde possa estar sofrendo.

A Grande Mãe Natureza nos oferece todo o alimento que precisamos, toda solução para cada mal que tenhamos. Os antigos o sabiam, os silvícolas ainda o sabem. Por que temos que desempenhar o papel de ignorantes e insanos consumidores vorazes e não o de conhecedores criteriosos, exigentes e responsáveis? Afinal, os diretamente afetados seremos nós mesmos.

Biblioteca Eletrônica:

Título do livro: A Ciência Secreta – Volume I
Autor: Henri Durville
Gênero: Esotérico
Tipo: PDF
Tamanho: 3,3 mb
Editora: Pensamento
Sinopse: Em suas pesquisas, o autor conduz o leitor à China de Fo-Hi, de Lao-Tseu e de Confúcio; à índia dos Vedas, dos Brâmanes, das Leis de Manu, de Shri Krishna e de Buda; ao Egito de Hermes Trismegisto, de Ísis e de Hórus, das Pirâmides e do milenar Livro dos Mortos; à Grécia de Orfeu, de Homero, de Pitágoras e dos Mistérios de Elêusis. Depois, coloca-os diante de Moisés, de Jesus, dos Gnósticos e da Franco-maçonaria e, finalmente, o introduz na difícil mas gloriosa Senda da Iniciação que o levará por último aos verdadeiros Mistérios: Tudo isso está aqui descrito em linguagem corrente e de fácil compreensão.

Pressione aqui para dowlonad —–>     A Ciência Secreta – Vol I – Henri Durville

Título do livro: A Ciência Secreta – Volume II
Autor: Henri Durville
Gênero: Esotérico
Tipo: PDF
Tamanho: 2,3 mb
Editora: Pensamento
Sinopse: A busca do passado desconhecido e misterioso tem sido sempre uma constante na vida do pesquisador ávido de conhecimentos, nos campos da arqueologia, da astronomia, da astrologia, da alquimia, da piramidologia, da maçonaria, da magia e do ocultismo em geral. Muito já tem sido descoberto e descrito e muito mais ainda resta por descobrir e apresentar nos séculos futuros. Essa obra empolgante e gigantesca não consiste, porém, apenas em pesquisar, esquadrinhar e revelar, mas sobretudo em interpretar, e bem, as descobertas feitas e expostas à inteligência dos estudiosos. É mais fácil descobrir os fatos do que interpretá-los corretamente à luz da ciência e da razão para, se possível, aplicá-los adequadamente ou pô-los a serviço da cultura. Este tratado elementar da Ciência Secreta preenche satisfatoriamente essa dupla finalidade. Em suas pesquisas, o autor conduz o leitor à China de Fo-Hi, de Lao-Tseu e de Confúcio; à Índia dos Vedas, dos Brâmanes, das Leis de Manu, de Shri Krishna e de Buda; ao Egito de Hermes Trismegisto, de Ísis e de Hórus, das Pirâmides e do milenar Livro dos Mortos; à Grécia de Orfeu, de Homero, de Pitágoras e dos Mistérios de Elêusis. Depois, coloca-os diante de Moisés, de Jesus, dos Gnósticos e da Franco-maçonaria e, finalmente, o introduz na difícil mas gloriosa Senda da lniciação que o levará por último aos verdadeiros Mistérios. Tudo isso está aqui descrito em linguagem corrente e de fácil compreensão.

Pressione aqui para dowlonad —–>    Henri Durville – A CIÊNCIA SECRETA II (pdf)(rev)

Utilidade Pública:

A maioria das pessoas desconhece alguns fatos acerca de aparelhos celulares. A seguir, repasso quatro delas, que achei mais interessantes e que são úteis para se manter consigo e que podem ser utilizadas em caso de emergência, inclusive para salvar sua vida (testei a primeira e a última e elas realmente funcionam).

1-   Emergência I: O número universal de emergência para celular é 112.  Se você estiver fora da área de cobertura de sua operadora e tiver alguma emergência, disque 112 e o celular irá procurar conexão com qualquer operadora possível para enviar o número de emergência para você, e o mais interessante é que o número 112 pode ser digitado mesmo se o teclado estiver travado. Experimente!

2-   Emergência II: Você já trancou seu carro com a chave dentro? Seu carro abre com controle remoto? Bom motivo para ter um celular. Se você trancar seu carro com a chave dentro e a chave reserva estiver em sua casa, ligue pelo seu celular, para o celular de alguém que esteja lá. Segure seu celular cerca de 30cm próximo à porta do seu carro e peça que a pessoa acione o controle da chave reserva, segurando o controle perto do celular dela. Isso irá destrancar seu carro, evitando de alguém ter que ir até onde você esteja, ou tendo que chamar socorro. Distância não é impedimento. Você pode estar a milhares de quilômetros de casa, e ainda assim terá seu carro destrancado.

3-   Emergência III:  *3370#. Vamos imaginar que a bateria do seu celular esteja fraca. Para ativar, pressione as teclas: *3370# Seu celular irá acionar a reserva e você terá de volta 50% de sua bateria. Essa reserva será recarregada na próxima vez que você carregar a bateria.

4-   Emergência IV:   *#06#.  Para conhecer o número de série do seu celular, pressione os seguintes dígitos: *#06#. Um código de 15 dígitos aparecerá. Este número é único. Anote e guarde em algum lugar seguro. Se seu celular for roubado, ligue para sua operadora e dê esse código. Assim eles conseguirão bloquear seu celular e o ladrão não conseguirá usá-lo de forma alguma. Talvez você fique sem o seu celular, mas pelo menos saberá que ninguém mais poderá usá-lo. Se todos fizerem isso, não haverá mais roubos de celular.

Fraternidade do Ágape:

Receita muito simples e, recomendado por alguns amigos-cobaia, como sendo de agradável paladar.

Lombo de Porco Especial:


Ingredientes:

  • 1 Kg. de Lombo de Porco
  • 200 gramas de queijo prato
  • 3 dentes de alho
  • 1 folha de louro
  • Suco de Laranja, Sal e Pimenta à gosto.

Modo de Preparo:

Tempere o lombo e deixe descansar por 12 horas . Asse, resfrie e congele.

Descongelar: Tire do freezer de véspera passando para a geladeira . Corte em fatias, coloque uma fatia de queijo entre as fatias de lombo, leve ao forno e regue com suco de laranja.

Coluna da Harmonia:

Composição atribuída a Mozart, coro maçônico, qualidade MP3.

pressione aqui para download —–>  http://www.4shared.com/audio/EGkcIVR1/05-mozart-canto_masonico_k_623.html

Sobre omeganeo

"Três coisas agradam a todo o mundo: gentileza, frugalidade e humildade. Pois os gentis podem ser corajosos, os frugais podem ser liberais e os humildes podem ser condutores de homens."
Esse post foi publicado em coluna da Harmonia, Curiosidade, DIFUSÃO DE CULTURA, Esotérico, Fraternidade do àgape, Hospitalaria, Livros, Maçônico, Utilidade Pública e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Lowton, curiosidade maçônica, iogurte, dois excelentes livros de Henri Durville, ágape e música

  1. antonio paulo de oliveira mota disse:

    sou lowton , meu pai era maçon , só que quando ele morreu ja estava afastado da maçonaria. como faço para ser maçon agora?

    • omeganeo disse:

      você pode tentar procurar a Loja onde foi adotado como Lowton, se apresentar e tentar o ingresso através dela. Algumas Lojas aceitam que você faça proposta de afiliação. Outras, só mediante indicação de maçom a ela afiliado. Primeiramente, sugiro que você procure a Loja em que foi adotado. Em caso negativo, tente das outras formas. Cuidado com algumas instituições que se dizem maçônicas e estão espalhadas pela Internet, oferecendo “vagas”. Grande parte são consideradas “espúrias” (falsas, ilegítimas, ilegais) não são reconhecidas pela verdadeira Maçonaria. O ideal mesmo seria você se destacar pelas suas qualidades, certamente, você seria visto por algum maçom que faria questão de trazer você para os quadros dessa Instituição. De qualquer forma, lhe desejo a mais profunda e sincera sorte. Espero que consigas o que almejas.
      Abraços fraternos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s