Papa João XXIII; Balaustre 67-Bento Gonçalves; Links excelentes; E-books Fritjof Kapra; Direitos cidadão; receita para ágape; musica xamânica coluna de harmonia.

Bom(oa) Dia/Tarde/Noite a vocês, meus amigos.

Fiquei um pouco afastado dos computadores, porque estava meio estressado com eles, com seus vírus, com invasores, com problemas de HD, agora solucionados, de modo que não fui muito prolífico nos últimos dias.

De certa forma foi bom. Pude avaliar a frequência do Blog com tranquilidade, e constatar a preocupação e a fidelidade dos amigos que o frequentam e os tipos de post mais acessados. Fiquei gratamente surpreso com o resultado e vou trabalhar bastante para manter a qualidade para vocês, meus irmãos e amigos. Thanks.

Nesse tempo de ócio forçado, tive oportunidade de colocar em dia algumas leituras que estavam um tanto quanto paralisadas pela quantidade de atividades e pude selecionar algum material interessante para vocês.

Por exemplo, não tinha conhecimento que o Papa João XXIII havia apresentado um pedido de desculpas pelos séculos de perseguição à Ordem, havendo inclusive publicado uma oração no Jornal de Géneve.

Ainda, nosso Ir.’. Marcio William – que encaminha e-mails excelentes – enviou o balaústre nº 67 da L.’. Philantropia e Liberdade, do Or. do Rio Grande do Sul, cujo Ven.’. M.’. à época era Bento Gonçalves, verdadeira raridade, que repasso na íntegra, como chegou. Ali  se demonstra como nossos IIr.’., verdadeiros heróis, se reuniam reunidos em prol da nossa nação. Gostaria que os IIr.’. se detivessem no texto, analisassem profundamente, e no mínimo procurassem exercitar a cidadania, já que, agir como nossos IIr.’. de ontem parece se tornar cada dia mais dificil – realmente uma pena!

Em continuação, links muito interessantes, para mapas históricos, para o acervo do programa Roda Viva da TV Cultura, direitos da criança e um link sobre história do Brasil.

Hoje para download, coletânea de livros de Fritjof Kapra, muito bons. Há uma breve descrição de cada um.

O Brasileiro cada vez mais se interessa pelos seus direitos. Como exercício de cidadania, a partir de hoje, disponibilizo informações curtas a respeito de alguns direitos inerentes ao cidadão (todos foram publicados na Revista Época, apenas divulgo).

O fim de ano e suas festas já estão chegando, na coluna do ágape, uma receita muito boa de pernil, que vale a pena preparar e degustar. Aproveitem.

Na coluna da harmonia, links para download de música xamânica americana de qualidade. Os Artista são David & Steve Gordon.Confiram adiante.

Agradeço as manifestações via e-mail, de preocupação mas esclareço que não foi nada além de puro estresse.

Um T.’. F.’. A.’. a todos e,

Inté de repente.

Senhor e Grande Arquiteto

“Nós nos humilhamos a Teus pés e invocamos o Teu perdão, pela heresia que, no curso dos séculos, nos impediu de reconhecer em nossos irmãos maçons os Teus seguidores prediletos.
Lutamos sempre contra o livre pensamento, porque não havíamos compreendido que o primeiro dever de uma religião, como afirmou o Concílio, consiste em reconhecer o direito de não se crer em Deus.
Havíamos  impensadamente acreditado que um sinal da cruz pudesse ser superior a três pontos formando uma pirâmide.
Por tudo isso nos penitenciamos, Senhor, e, com Teu perdão, Te rogamos que nos faça sentir que um compasso sobre um novo altar pode significar tanto quanto velhos crucifixos. Amém”

(Oração escrita pelo Papa João XXIII, publicada no
“Journal de Géneve”, em 8 de setembro de 1966).

Balaústre nº 67

Balaustre 67

Aos 18 dias do mês de setembro de 1835 E.’. V.’. e 5835 V.’. L.’., reunidos em sua sede, sito à Rua da Igreja, nº 67, em lugar Claríssimo, Forte e Terrível aos tiranos, situado abaixo da abóbada celeste do Zenith, aos 30º sul e 5º de latitude da América Brasileira, ao Vale de Porto Alegre, Província de São Pedro do Rio Grande, dependências do Gabinete de Leituras, onde, neste momento, funciona a  Loj.’. Maç .’. Philantropia e Liberdade, com o fim de, especificamente, traçarem as metas finais para o início do movimento revolucionário, com que seus integrantes pretendem resgatar os brios, os direitos e a dignidade do povo Riograndense, se reuniram IIr.’. da LOJA.

A sessão foi aberta pelo Ven .’. Mestre, Ir.’. Bento Gonçalves da Silva. Registre-se, a bem da verdade, ainda as presenças de nossos IIr.’. José Mariano de Mattos, nosso ex – Ven .’. , Ir.’. José Gomes de Vasconcellos Jardim,  Ir.’. Pedro Boticário, Ir.’. Vicente da Fontoura, Ir.’. Paulino da Fontoura, Ir.’. Antônio de Souza Neto e deste Ir.’. Domingos José de Almeida, que serviu como Secretário, lavrando o presente Balaústre.

Logo de início, o Ven .’. Mestre, depois de tecer breves considerações sobre os motivos da presente reunião, de caráter extraordinário, informou que o nosso movimento revolucionário estava prestes a ser desencadeado. A data escolhida, é dia vinte de setembro do corrente, isto é, depois de amanhã. Nesta data, todos nós, em nome do nosso Rio Grande do Sul, nos levantaremos em luta contra o imperialismo que reina no País.

Na ocasião, ficou acertada a tomada da Capital da Província pelas tropas dos IIr.’. Vasconcellos Jardim e Onofre Pires, que deverão se deslocar desde a localidade de Pedras Brancas, quando avisados. Tanto o Ir.’. Vasconcellos Jardim como o Ir.’. Onofre Pires, ao serem informados, responderam que estariam a postos, aguardando o momento para agirem. Também se fez ouvir o nobre Ir.’. Vicente da Fontoura, o qual sugeriu que tomássemos o máximo cuidado, pois que, certamente, Braga, o Presidente da Província, seria avisado do nosso movimento.

O Tronco de Beneficência fez a sua circulação e rendeu a medalha cunhada de 421$000, contados pelo Ir.’. Tes.’. Pedro Boticário. Por proposição do Ir.’. José Mariano Mattos, o Tronco de Beneficência foi destinado à compra de uma Carta da Alforria de um escravo de meia idade,no valor de 350$000, proposta aceita por unanimidade.

Foi depois realizada uma poderosa Cadeia de União, pela justiça e grandeza da causa, pois em nome do povo Riograndense, lutaríamos pela Liberdade, Igualdade e Humanidade, pedindo a força e proteção do G.’. A.’. D.’. U.’. para todos os IIr.’. e aos seus companheiros, que iriam participar das contendas. Já eram altas horas da madrugada quando os trabalhos foram encerrados, afirmando o Ven.’. Mestre que todos deveriam confiar  nas LL .’. do G.’. A.’. D.’. U.’. e depois, como ninguém mais quisesse fazer uso da palavra, foram encerrados nossos trabalhos, do que eu, Ir.’. Domingos José de Almeida, como Secretário, tracei o presente Balaústre, a fim de que nossa História, através dos tempos, possa registrar que um grupo de maçons, homens “livres e de bons costumes”, empenhou-se com o risco da sua própria vida, para restabelecer o reconhecimento dos direitos desta abençoada terra, berço de grandes homens, localizada no extremo sul de nossa querida Pátria.

Oriente de Porto Alegre, aos dezoito dias do mês de setembro de 1835 da E.’. V.’., 18º dia do sexto mês, Tirsi, da V.’. L.’. do ano de 5835.

Ir .’. Domingos José de Almeida

Secretário

OBSERVAÇÕES  DE QUEM ENCAMINHOU:  ( como bom gaucho…)

Realmente, como previa aquela  ata da Loja “Philantropia e Liberdade”,  uma grande Revolução, (conhecida depois como “Farroupilha”), eclodiria 2 dias depois da reunião da Loja , em 20 de Setembro de 1835. O Ven:. Mestre da Loja, Ir:. Bento Gonçalves da Silva, foi o líder inconteste do movimento, de caráter federalista e republicano que durou 10 longos anos, deixando todos os combatentes em “farrapos”. Foi um verdadeiro drama no qual figuras históricas de primeira grandeza foram protagonistas, como por exemplo  o Ir.’. italiano Giuseppe Garibaldi e o Ir.’. Duque de Caxias (este do lado do Império).

No período da Regência os gaúchos estavam divididos, irreconciliáveis, Conservadores (chimangos) de um lado e Liberais (maragatos) de outro lado; estes, com um maior apoio nas camadas populares – daí, também,  derivou o nome da Revolução “ Farrapos”  –  que foi feita, principalmente por motivos econômicos, contra a pesada taxação que caía sobre o charque e o couro do Rio Grande do Sul.

Bento Gonçalves, Presidente da Província,  havia sido chamado à Corte.  Denunciado como rebelde e acusado de promover a separação da Província do Rio Grande do resto do Brasil, defendeu-se com brilhantismo e voltou em triunfo ao Rio Grande, mas ainda assim, ele foi destituído pelos Conservadores, o que foi a causa imediata da Revolução.

A Revolução Farroupilha, ou Guerra dos Farrapos, foi uma das páginas mais fabulosas da História do Brasil, cheia de acontecimentos maçônicos, que  merecem ser contados.

Terminou após 10 (dez)  anos de luta intensa, um verdadeiro fratricídi . E pasmem… ao final, na hora da rendição dos gaúchos, atuou em nome do Império Central do Brasil, o nosso Irmão Duque de Caxias: 2 maçons assinaram a paz Duque de Caxias de um lado e Bento Gonçalves do outro lado. Não foi rendição incondicional!!… algumas  condições foram negociadas, por exemplo: na bandeira do Rio Grande do Sul –  até hoje!! – está lá escrito :  ”República do Piratini – Liberdade, Igualdade e Humanidade – 1835”.

Ir.’. Artur O. T. Costa (Piracicaba  / SP – SETº / 2003)

REFERÊNCIA  BIBLIOGRAFICA:  a íntegra deste Balaustre, (Ata), foi publicada na Revista Maçônica “Engenho & Arte” nº  3/99, página 96.

Links que vale a pena conferir:

Observatório Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente
http://www.obscriancaeadolescente.org.br/?id=pub
Publicações de cartilhas,relatórios,  leis e códigos, sobre o assunto.

SITE RODA VIVA Leia na íntegra as entrevistas apresentadas no programa http://www.rodaviva.fapesp.br/
São disponibilizadas, na íntegra, em forma de texto, todas as entrevistas feitas pelo programa em seus quase 21 anos de existência, Tendo como objeto o acervo do programa Roda Viva, da TV Cultura, o projeto Memória Roda Viva é uma iniciativa conjunta da Fundação Padre Anchieta, da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), por meio de seu Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor) e do Núcleo de Estudos de Políticas Públicas (Nepp). Desde 29 de setembro de 1986, o programa Roda Viva apresenta, semanalmente, entrevistas com personalidades, brasileiras e estrangeiras, de diferentes áreas e tendências político/ideológica, com total liberdade de opinião e de escolha dos entrevistados e entrevistadores, só possível numa emissora pública como a TV Cultura, o que transformou o Roda Viva num importante painel do pensamento contemporâneo.
O mundo fantástico dos mapas históricos
Site organizado por pesquisadores da USP coloca na internet versões digitais de centenas de cartas produzidas entre os séculos XVI e XVII
http://www.mapashistoricos.usp.br/
Reprodução
Mapa Nova Totius Terrarum Orbis Geographica, de Guiljelmo Blaeu, 1631

Um dragão de duas cabeças passeia sobre Salvador. Um peixe maior que a ilha de Fernando de Noronha nada ao longo da costa brasileira. Índios cavalgam sobre o Oceano Pacífico com seus cavalos marinhos. Não, nada disso é ficção. Essas e dezenas de outras representações fantásticas do Novo Mundo ilustram os vários itens que integram a coleção de mapas antigos reunidas por pesquisadores da Universidade de São Paulo na Biblioteca digital de cartografia histórica.

Lançado no começo de setembro, o site coloca à disposição do internauta centenas de cartas produzidas entre os séculos XVI e XVIII por espanhóis, portugueses, italianos, franceses e holandeses, entre outros. As obras refletem a visão que os europeus tinham de áreas então pouco conhecidas, como América, África e Oceania, e mostram como a cartografia científica foi aos poucos tomando o lugar das representações fantásticas dos continentes.

O acervo da Biblioteca é riquíssimo, e reúne desde mapas espanhóis delimitando a linha do Tratado de Tordesilhas até as primeiras cartas que registram a existência da Austrália. Além de disponibilizar uma imagem em alta resolução de cada item, o site também permite que os mapas sejam baixados em vários formatos.

A página foi desenvolvida pela Cátedra Jaime Cortesão, núcleo de estudos que pertence à Universidade de São Paulo, em parceria com o Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) e com o Centro de Informática de São Carlos (CISC). Parte dos mapas reunidos pelos pesquisadores (cerca de 300) pertencia ao Banco Santos. Desde 2005 esse acervo está sob os cuidados do IEB por determinação da justiça.

E-books para download:
A Ciência de Leonardo da Vinci
Em ‘A ciência de Leonardo da Vinci’, Fritjof Capra mostra como Leonardo da Vinci trouxe ao universo científico uma perspectiva única ao abordá-lo com seu olhar de artista. Com base no exame das mais de seis mil páginas e 100 mil desenhos que restam dos cadernos de anotações do gênio renascentista, Capra revela que ele foi, sob muitos aspectos, o verdadeiro pai da ciência moderna. Ao escrever a obra, Capra teve como objetivo apresentar uma visão coerente do método científico e das realizações do mestre do Renascimento e avaliá-las da perspectiva do pensamento atual.
http://www.megaupload.com/?d=SG1JD8B3

O Tao Da Fisica – Fritjof Capra
Traduzido para 23 idiomas, tornou-se um bestseller mundial. Neste livro Fritjof Capra explora os paralelos entre a física moderna e o misticismo oriental.
http://www.megaupload.com/?d=BKZGWHDF

Pertencendo ao Universo – Fritjof Capra
Após o sucesso do “Tao da Física”, Capra apresenta uma crítica à medicina, economia e ciência baseando-se em argumentos da filosofia oriental. Mostra pontos onde uma abordagem menos simplista e mais sintética seria útil. Bem escrito e acessível ao leitor leigo, vale a pena ser lido.
http://www.megaupload.com/?d=HRUNONY0

O Ponto de Mutação
A dinâmica subjacente aos principais problemas de nosso tempo – o câncer, o crime, a poluição, o poder nuclear, a inflação, a carência de energia – é sempre a mesma. Chegamos a uma época de mudanças dramática e potencialmente perigosa, um ponto de mutação para o planeta como um todo. Estamos precisando de uma nova visão da realidade, que permita que as forças que estão transformando o nosso mundo possam fluir como um movimento positivo de mudança social. Agora Fritjof Capra nos apresenta essa visão, um paradigma holístico de ciência e de espírito.
http://www.megaupload.com/?d=4FVGL56H

A Teia da Vida – Fritjof Capra
Neste livro Capra propicia uma síntese de descobertas científicas recentes como a teoria da compelxidade, a teoria Gaia, a teoria do caos e outras explicações das propriedades de organismos, sistemas sociais e ecossistemas. As descobertas surpreendentes de Capra confrontam os paradigmas mecanicistas e darwinistas aceitos e proporcionam uma extraordinária nova base para políticas ecológicas que nos permitam construir e sustentar comunidades sem colocar em risco as oportunidades para futuras gerações. Baseado em dez anos de pesquisas e discussões com cientistas de vanguarda em todo o mundo, ‘A teia da vida’ apresenta novas e estimulantes perspectivas sobre a natureza da vida e abre caminho para a autêntica interdisciplinaridade.
http://www.megaupload.com/?d=3DQCAXI1

As Conexões Ocultas – Fritjof Capra
As últimas descobertas científicas mostram que todas as formas de vida – desde as células mais primitivas até as sociedades humanas, suas empresas e Estados nacionais, até mesmo sua economia global – organizam-se segundo o mesmo padrão e os mesmos princípios básicos – o padrão em rede. Neste livro, Fritjof Capra desenvolveu uma compreensão sistêmica e unificada que integra as dimensões biológica, cognitiva e social da vida e demonstra que a vida, em todos os seus níveis, é interligada por redes complexas.
http://www.megaupload.com/?d=APXM324K

Sabedoria Incomum – Fritjof Capra
Em ‘Sabedoria Incomum’, Capra registra sua própria odisséia intelectual e a revolução de uma nova consciência através de discussões vivas com muitas das mentes mais influentes deste século. Aqui estão Werner Heisenberg R.D.Laing, Gregory Basteson, Geoffrey Che, Hazel Henderson, Alan Watts, Krishnamurti, Indira Gandhi, e outros lideres dinâmicos de áreas tão diversas quanto terapia familiar, psiquiatria, futurologia, medicina, antropologia e oncologia. Todos se expressam através da posição de destaque conquistada graças ao que realizam em suas respectivas áreas, fornecendo perspectivas, multidisciplinares fascinantes, demonstrando o estado atual da consciência humana e definido um caminho para o progresso futuro.
http://www.megaupload.com/?d=TJRSQ55V

DIREITOS QUE TALVEZ VOCÊ NEM SAIBA QUE TEM:

CONSUMIDOR

Quem se arrepende de uma compra pode desistir e reaver o dinheiro caso o negócio tenha sido feito por internet, telefone, telemarketing, anúncio em revista ou um vendedor que passou em sua casa ou em seu trabalho. Mas é preciso reivindicar esse direito no prazo de sete dias a contar do recebimento do produto.

O prazo para reclamar na Justiça por defeitos em produtos duráveis (como móveis, automóveis e roupas) é de 90 dias a contar do momento em que o defeito se torna visível para o consumidor. Quando houver garantia da loja, esse tempo passa a contar a partir do término da garantia. No caso dos bens não-duráveis (como alimentos e viagens), o prazo cai para 30 dias.

Se você recebe em casa um produto que não solicitou acompanhado de um boleto para pagamento, tem o direito de ficar com a mercadoria sem pagar um tostão. Pelo Código de Defesa do Consumidor, produtos enviados sem solicitação prévia equivalem a amostras grátis.

Sem um orçamento prévio, ninguém é obrigado a pagar por um serviço que lhe tenha sido prestado, caso discorde dos valores cobrados depois da execução da tarefa. Para isso, porém, é preciso que o orçamento tenha sido solicitado pelo contratante e negado pelo contratado.

Fraternidade do àgape

Pernil

  • 1 pernil suíno com osso de aproximadamente 7kg
  • suco de 3 limões
  • 6 dentes de alho
  • 3 folhas de louro
  • 2 colheres (sopa) de alecrim
  • 1 copo de vinho branco
  • 1 cebola grande picada
  • 1 copo de vinagre branco
  • ½ xícara (chá) de óleo
  • 100g de sal
  • pimenta-do-reino a gostoModo de preparo:
    Tire a pele do pernil se necessário, mas não tire a gordura. Fure-o com uma faca fina ou um palito de madeira. Coloque em uma assadeira grande e esfregue o limão e o sal. Regue com o vinho e o vinagre e depois o óleo. Passe o alho moído, a cebola bem picada, o alecrim, o louro e a pimenta a gosto. Faça esse tempero de véspera, ou pelo menos 4 horas antes e conserve na geladeira. Pré-aqueça o forno 30 minutos antes à 180ºC. Cubra a assadeira com papel alumínio, com a parte brilhante para o pernil, e leve ao forno médio de 4 a 5 horas para assar lentamente. A cada hora observe se a assadeira não esta seca, se estiver prepare um molho feito com água e vinho e vá regando sempre. Na última hora, retire o alumínio para dourar. Retire o pernil e fatie no sentido do osso. Se quiser, aproveite o fundo da assadeira para fazer o molho.
  • Coluna da Harmonia

    David & Steve Gordon – Sacred Spirit Drums – 01 – Sunrise Ritual.mp3
    David & Steve Gordon – Sacred Spirit Drums – 02 – Calling Of The Sacred Beat.mp3
    David & Steve Gordon – Sacred Spirit Drums – 03 – Shaman’s Dance.mp3
    David & Steve Gordon – Sacred Spirit Drums – 04 – Path With A Heart.mp3
    David & Steve Gordon – Sacred Spirit Drums – 05 – Within The Cloud Lodge.mp3
    David & Steve Gordon – Sacred Spirit Drums – 06 – Spirit Vision.mp3

    Por enquanto é só pessoal. Desfrutem do material e Inté de repente pelo caminho!

    Sobre omeganeo

    "Três coisas agradam a todo o mundo: gentileza, frugalidade e humildade. Pois os gentis podem ser corajosos, os frugais podem ser liberais e os humildes podem ser condutores de homens."
    Esse post foi publicado em coluna da Harmonia, Curiosidade, DIFUSÃO DE CULTURA, e-book, Esotérico, esoterismo, Fraternidade do àgape, Livros, Maçônico, maçom, opinião, Utilidade Pública e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

    Deixe uma resposta

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s