e-livros Jules Boucher e outro; “Vegan”; ficha limpa maçonaria; link new york times; dom manuel e MP 519/2010.

Bom(oa) dia/tarde/noite, meus amigos.

O período de férias acabou!

As atividades começam a tomar impulso e a organização é essencial em mais esse novo período que se revela de trabalho intenso. Força de vontade, determinação, disciplina e nunca desanimar frente às intempéries, essa é a receita que ouvia sempre de um ancião, por quem nutria muito respeito e que morou em meu lar por um breve e intenso período até seu passamento (meu tio).

Manter um Blog, tarefa que a princípio achei que seria fácil, não é tanto assim. Mas o feedback que vocês leitores dão, quer em manifestações públicas (com comentários nos posts) quer manifestações privadas (via e-mail), tem me estimulado a continuar mais essa tarefa que abracei com carinho.

Algumas semanas atrás, li uma noticia acerca da recusa do recebimento por parte de um Bispo Católico,  Dom Manuel Edmilson Cruz, de uma comenda, em plena Câmara dos Deputados. Há um link para o vídeo do youtube. Vale a pena assistir e escutar na íntegra as razões que o levaram a fazer tal ato.

Logo a seguir, um link que direciona à Medida Provisória nº 519/2010 editada pelo anterior Governo Federal, na surdina. O que vocês acham?

Disponibilizo link para download de dois livros, o primeiro que considero um dos melhores, inprescindível a qualquer biblioteca maçônica -“A Simbólica Maçônica, de Jules Boucher”. O arquivo é grande, pesado, por se tratar de imagem escaneada e não de texto digitallizado e, dependendo da conexão, talvez demore um pouco, mas insisto: Vale cada minuto de download. E o segundo, A Ética no Caos, também é excelente e menor para download.

Os dois e-books foram trazidos pelo grupo Genesis do Conhecimento que digitaliza obras para aqueles que delas necessitam, como os deficientes visuais ou aqueles que não têm condições financeiras de adquirir o livro em sua forma convencional. Eles promovem o acesso e divulgação a todos. Pedem que o arquivo disponibilizado não seja comercializado e valorizam e reconhecm o trabalho do autor, recomendando que aqueles que possam adquiram suas obras. Possuo as duas, na forma original, se alguém necessitar.

Muitos me perguntam sobre minha opção por não ingerir qualquer tipo de carne. A resposta é simples: não gosto e não tenho necessidade, tampouco “carne branca”. Desde a infância não o faço e gozo de ótima saúde. Não sou radical a ponto de descartar leite e derivados, pois é daí que retiro as proteinas que meu organismo necessita. Vivo muito bem com frutas, legumes, vegetais, cereais, mel, enfim, qualquer alimento que não seja animal. Em razão disso, selecionei um texto sobre os “vegans” (não sou um deles), interessante, apesar de às vezes eles serem um tanto radicais (principalmente no que refere ao item entretenimento), afinal, um zoológico onde os animais são bem tratados – apesar de se encontrarem em cativeiro – é uma ótima oportunidade para as crianças conhecerem animais que não fazem parte de seu quotidiano.

O Ir.’ . Rudinei encaminhou para ciência, uma iniciativa do GOB acerca do projeto “ficha limpa na maçonaria”. Interessante proposta. Desconheço iniciativa no sentido, vinda da GLESP, mas vou pesquisar a respeito.

Pesquisando na NET descobri uma pérola, que considero como excelente meio de pesquisa histórico. O New York Times disponibilizou digitalmente suas edições a partir de 1785 até 1985. Quem conhece um pouco da lingua inglesa, basta digitar no motor de busca ali existente o assunto que deseje; sugiro busca em “masonry” “freemasonry” ou “free-masonry”. Com isso irão se abrir algumas páginas interessantes. Confiram.

Bom, hoje fico por aqui, aguardem novos posts em breve.

Um triplo amplexo amistoso a todos e,

Inté de repente!

Sidney.

Bispo recusa comenda e impõe constrangimento ao Senado Federal

Num plenário esvaziado, apenas com alguns parlamentares, parentes e amigos do homenageado, o bispo cearense de Limoeiro do Norte, Dom Manuel Edmilson Cruz, impôs um espetacular constrangimento ao Senado Federal, em 21/12/10.
Dom Manuel chegou a receber a placa de referência da Comenda dos Direitos Humanos Dom Hélder Câmara das mãos do senador Inácio Arruda (PCdoB/CE). Mas, ao discursar, ele recusou a homenagem  em protesto ao reajuste de 61,8% concedido pelos próprios deputados e senadores aos seus salários.

“A comenda hoje outorgada não representa a pessoa do cearense maior que foi Dom Hélder Câmara. Desfigura-a, porém. De seguro, sem ressentimentos e agindo por amor e com respeito a todos os senhores e senhoras, pelos quais oro todos os dias, só me resta uma atitude: recusá-la”.

O público aplaudiu a decisão. O bispo destacou que a realidade da população mais carente, obrigada a enfrentar filas nos hospitais da rede pública, contrasta com a confortável situação salarial dos parlamentares. E acrescentou que o aumento “é um atentado, uma afronta ao povo brasileiro, ao cidadão contribuinte. Fere a dignidade do povo brasileiro que com o suor de seu rosto santifica o trabalho diário.

www.youtube.com/watch?v=ZNuFlHAWwxo

Parabéns Dom Manuel!!!!

Abaixo ainda, um dos ultimos atos tomados pelo governo anterior. Cliquem no link e vejam por si o quão humanitária foi a atitude, ainda mais, pelo fato de que a fome foi erradicada de nosso país não é mesmo? Ninguém tem fome, ninguém necessita de alimento aqui. Somos um povo extremamente saudável, pois nosso alimento é barato e bem distribuído, chegando a todos os lares de forma equanime e indiscriminada. Viva o nosso Governo!

Medida Provisória nº 519, de 30.12.2010 – Autoriza o Poder Executivo a doar estoques públicos de alimentos para assistência humanitária internacional.

Vamos repassar.

Lançamento Gênesis do Conhecimento
A Simbólica Maçônica – Jules Boucher
links ao final da mensagem
digitalização – Vitório
formatação e revisão – Lucia Garcia

Sinopse:

Considerado um clássico da literatura maçônica, esta obra de Juler Boucher mostra que a Franco-Maçonaria é uma sociedade iniciática cujo objetivo consiste, unicamente, em ajudar o homem e em dar-lhe acesso à Iniciação, ao Conhecimento, de que, mais do que nunca, ele tem necessidade para continuar a edificação de seu Templo interior – isto é, para descobrir o seu “Eu” oculto – e para continuar a edificação de seu Templo exterior – isto é, para preparar o advento de uma sociedade mais humana e mais esclarecida.

O autor, maçom exemplar, colaborador de várias revistas maçônicas e autor de importantes obras sobre as ciências secretas, defende a opinião de que os tão propalados segredos da Maçonaria devem ser partilhados com os profanos. Segundo ele, com esse conhecimento, a Maçonaria passará a ser encarada em sua verdadeira essência: a de uma associação que conserva bem vivas certas formas tradicionais de ensinamentos secretos iniciáticos e que se baseia num único princípio, o de completa tolerância em relação a todas as correntes religiosas e políticas existentes, por se situar acima e fora das rivalidades que as opõem entre si.

LINKS:

RAPIDSHARE:
http://www.rapidshare.com/files/445113107/A_Simb__lica_Ma____nica_-_Jules_Boucher.pdf

MEDIAFIRE:
http://www.mediafire.com/download.php?286qx4ns741d1di

65 MB

Lançamento Gênesis do Conhecimento
A Ética no Caos – Luis Javier Miranda McNally
links ao final da mensagem
digitalização – Vitório
formatação e revisão – Lucia Garcia
Sinopse: 

Você deve estar se perguntando: o que exatamente significa isso ou, o que isso tem a ver com Maçonaria?

 

E o autor Mc Nally lhe surpreenderá com um texto diferente que não fala em Maçonaria, mas que é pura Ma­çonaria. Ele tem nos contemplado com um modo diferente de ver e escrever sobre a Ordem.
Ele não utiliza termos nem Símbolos, como então ele pode ser considerado um autor de livros maçônicos?
É justamente essa diferente forma de pensar que o transformou num dos autores mais lidos;
os seus livros sem­pre são procurados e dificilmente alguém o questiona por não se referir diretamente à história, mas sim à física e à matemática.
Ele nos surpreende sempre por utilizar parâmetros diferentes, mas compreensíveis, muito embora não sejam utilizados pela maioria dos autores.
A física quântica não é nova, porém sempre amplia o conhecimento de quem lê e transforma o que nos rodeia em pura energia.
A diversificação da matéria e consequentemente a forma que a compreendemos, é o que torna este livro bem interessante, trazer a Teoria do Caos para dentro da Ordem Maçônica é um feito e tanto.
“Ordo ab Chaos – Ordem saída do Caos”, isto é Ma­çonaria e, por conseguinte, física, pura física.

Vegan

O termo inglês vegan (pronuncia-se vígan) foi criado em 1944, numa reunião organizada por Donald Watson (1910 – 2005) envolvendo 6 pessoas (após desfiliarem-se da The Vegetarian Society por diferenças ideológicas), onde ficou decidido criar uma nova sociedade (The Vegan Society) e adotar um novo termo para definir a si próprios.[1]

Trata-se de uma corruptela da palavra “vegetarian”, em que se consideram as 3 primeiras letras e as 2 últimas para formar a palavra vegan.[1]

Em português se consideram as três primeiras e as três últimas letras (vegetariano), na formação do termo vegano (s.m. adepto do veganismo – fem. vegana). Tem sido usado também o termo veganista para se referir aos adeptos do veganismo.

Os veganos boicotam qualquer produto de origem animal (alimentar ou não), além de produtos que tenham sido testados em animais ou que incluam qualquer forma possível de exploração animal nos seus ingredientes ou processos de manufactura.

Para o vegano, animais não existem para os humanos, assim como o negro não existe para o branco nem a mulher para o homem. Cada animal é dono de sua própria vida, tendo assim o direito de não ser tratado como propriedade (enfeite, entretenimento, comida, cobaia, mercadoria, etc). Dessa forma veganos propõem uma analogia entre especismo, racismo, sexismo e outras formas de preconceito e discriminação.

Preferem usar os termos “animais não-humanos” ou “seres sencientes”, em vez de “irracionais”.

Muito importante diferenciar a ideologia vegana da dieta vegetariana. Veganismo não é dieta, mas sim uma ideologia baseada nos direitos animais, que obviamente pressupõe uma alimentação estritamente vegetariana.

Alimentação

São vegetarianos estritos, ou seja, excluem da sua dieta carnes, gelatina, lacticínios, ovos, mel[2][3][4] e quaisquer alimentos de origem animal. Consomem basicamente cereais, frutas, legumes, vegetais, hortaliças, algas, cogumelos e qualquer produto, industrializado ou não, desde que não contenha nenhum ingrediente de origem animal.

Medicamentos, cosméticos, higiene e limpeza

Evitam o uso de medicamentos, cosméticos e produtos de higiene e limpeza que tenham sido testados em animais. Não tomam vacinas ou soros, mas podem violar os princípios veganos quando alternativas não estiverem disponíveis, ou em caso de emergência ou urgência. Alguns optam pela fitoterapia, homeopatia ou qualquer tratamento alternativo.

O vegano defende o surgimento de alternativas para experiências laboratoriais, como testes in vitro, cultura de tecidos e modelos computacionais.

São divulgadas entre a comunidade vegana extensas listas de marcas e empresas de cosméticos e produtos de limpeza e higiene pessoal não testados em animais.

Entretenimento

Circos com animais, rodeios, vaquejadas, touradas e jardins zoológicos, também são boicotados pois implicam escravidão, posse, deslocamento do animal de seu habitat natural, privação de seus costumes e comunidades, adestramento forçoso e sofrimento.

Não caçam, não promovem nenhum tipo de pesca, e boicotam qualquer “esporte” que envolva animais não-humanos. Muitos seguem o princípio político da não-violência.

(Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.)

Links sobre o assunto:

Arquivos

http://www.mediafire.com/loureiro#7,1

PROJETO: EU APOIO A FICHA LIMPA NA MAÇONARIA

O projeto, de iniciativa Maçônica, exige a “Ficha Limpa” dos Irmãos que exercem ou possam ser candidatos a quaisquer cargos dentro do poder legislativo maçônico Federado ao Grande Oriente do Brasil-GOB.

Desta forma, os Irmãos que não possuírem sua ficha “limpa”, seja de ordem profana ou maçônica, serão Suspensos da Ordem.

Assim, exercendo o direito de maçom, os Irmãos abaixo assinados exigem do Grande Oriente do Brasil e dos Orientes Federados ao GOB, que pratiquem a “ficha limpa” na maçonaria visando uma Ordem mais justa e perfeita.

Apoiem e divulguem!

ABAIXO-ASSINADO (favor enviar para: fichalimpanamaconaria@gmail.com)

Nome
RG
E-mail
Fone
Comentários (opcional)

OBS: As informações prestadas são confidenciais, exceto o NOME e o COMENTÁRIO do assinante que poderão ser divulgadas.

Arquivo New York Times: 1785 à 1985 

  • Times Archive

http://archive.timesonline.co.uk/tol/archive/

Sobre omeganeo

"Três coisas agradam a todo o mundo: gentileza, frugalidade e humildade. Pois os gentis podem ser corajosos, os frugais podem ser liberais e os humildes podem ser condutores de homens."
Esse post foi publicado em Curiosidade, DIFUSÃO DE CULTURA, Divulgação, e-book, Esotérico, esoterismo, Livros, Maçônico, maçom, opinião e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s