Livro Maçônico “Regnum” – hospitalaria – Projeto de Lei-Ir.’. Protógenes

Bom dia/tarde/noite, meusi IIr.’. Abaixo encaminho mais um livro maçônico digitalizado pela equipe Genesis do Conhecimento. Ainda não o li, mas o disponibilizo. Afinal, cultura nunca é demais, não é?

Também encaminho notícia de muma possibilidade de visão para nossos amigos deficientes visuais. Trata-se do desenvolvimento de uma retina artificial que pode vir a ajudar alguns tipos especificos de problemas com a visão.

Ainda de cunho hospitaleiro, notícia acerca de exames de laboratório a preços populares para aqueles que não tem planos de saúde ou condições de pagar um exame particular. Observação liguemr para saber se ainda está funcionando a promoção.

O Ir.’. Protogenes começou a apresentação de seus projetos de lei. Confira abaixo o primeiro. É interessante e polêmico e com certeza terá muito trabalho para aprovação. Mas vale conferir sua iniciativa.

Bom, inté de repente, meus IIr.’.

Lançamento Gênesis do Conhecimento

REGNVM – Carlos Alberto Gonçalves

links ao final da mensagem


digitalização – Vitório
formatação e revisão – Lucia Garcia

Sinopse:

Uma digressão sintética não hipócrita e não demagógica sobre a espiritualidade ocidental.
E na eterna alternância entre a construção e a destruição, entre a vida e a morte, que “Aquele” que habita a forma evolui:

é isso que cria o movimento de renovação e expansão cósmicas que destrói o edifício obsoleto e reconstrói um outro, mais apto, mais equipado, para receber habitantes, também mais especializados.

Por essa visão, podemos entender a relatividade do bem e do mal e de todas as diferenças  e paradoxos. A isso chamamos “Evolução”.

Em verdade, esse é um campo de provas e experiências (o mundo manifesto) que condiciona a vida e isso é absolutamente necessário para que ela se desenvolva.

Esse “campo” nunca é modificado. Quem muda é a vida que, realizando a experiência e seguindo para patamares mais elevados em sua rota evolutivao abandona, abrindo espaço para que novas manifestações, da vida evolucionante, nele encetem sua jornada.
Qualquer tentativa de modificar esse estado de coisas, portanto, constituir-se-á na maior das utopias.

Logo, não devemos nos concentrar em “mudar o mundo”, pois esse perderia a sua finalidade, mas sim, nos aplicarmos em transformar a “Vida”.
Por isso tudo, sempre é conveniente lembrar:

“O bem absoluto é parte daquilo que não compreendemos intelectualmente e designamos como Deus: o mal absoluto, não existe”.

 

Uma notícia muito interessante para os deficientes visuais.

Retina artificial pode ajudar alguns cegos a enxergar

DA ASSOCIATED PRESS

Por duas décadas, Eric Selby não enxergava e dependia de um cão-guia para se locomover. Mas depois de receber o implante de uma retina artificial em seu olho direito, ele pode detectar coisas normais, como o meio-fio e a calçada enquanto caminha pela rua.

“Basicamente, são flashes de luz que você tem que traduzir em seu cérebro, mas é incrível que eu possa ver alguma coisa”, disse Selby, um engenheiro aposentado de Coventry, na região central da Inglaterra.

Há mais de um ano, o homem de 68 anos recebeu um implante artificial chamado de Argus 2, feito pela empresa norte-americana Second Sight, inserido cirurgicamente em seu olho direito. Reguladores holandeses são esperados nas próximas semanas para decidir sobre o pedido da empresa para comercializar o aparelho na União Europeia. Se a reposta for positiva, o implante será a primeira retina artificial disponível para venda.

Ele funciona com uma câmera de vídeo minúscula e um transmissor, instalados em um par de óculos e um pequeno computador wireless.

O computador processa as cenas captadas pela câmera e as converte em informações visuais na forma de um sinal eletrônico que é enviado ao implante. O dispositivo estimula as células sadias que restam na retina, fazendo com que elas retransmitam os dados para o nervo óptico.

Em seguida, a informação visual move-se para o cérebro, onde é traduzida em padrões de luz que podem se transformar na forma do contorno de um objeto. Os pacientes precisam aprender a interpretar os flashes de luz. Por exemplo, eles podem decodificar três pontos brilhantes como os três pontos de um triângulo.

O implante é indicado apenas para pessoas com um tipo específico de problema de retina, hereditário, quando as pessoas ainda têm algumas células funcionais. Elas devem ter sido capazes de enxergar no passado e seus nervos ópticos devem estar a funcionando. Cerca de uma em 3.000 pessoas são cegas devido a um deste grupo de doenças hereditárias, chamada retinite pigmentosa, e podem se tornar potenciais beneficiárias pela retina artificial.

O dispositivo custa um preço muito alto –cerca de US$ 100.000. Na Inglaterra, o serviço nacional de saúde, por vezes, paga caro por novas tecnologias para um pequeno número de pacientes, segundo Lyndon da Cruz, um dos médicos que testou a retina artificial, do Moorfields Eye Hospital, em Londres.

Ele disse que se a retina artificial permite que os pacientes sejam mais auto-suficientes, o implante pode sair mais barato do que os gastos com saúde dos governos.

LINK DA NOTÍCIA:

http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/875617-retina-artificial-pode-ajudar-alguns-cegos-a-enxergar.shtml

É BOM SABER!!

Projeto Lavoisier Popular para pessoas que não possuem plano de saúde,  podem ser realizados todos os exames a preços populares, conforme exemplos abaixo.

Parabéns aos Laboratórios Lavoisier pela Iniciativa!

Divulguem!

Mesmo que VC não precise, repasse aos seus contatos, alguém pode estar precisando !


COMUNICADO IMPORTANTE PARA AS PESSOAS QUE NÃO POSSUEM PLANOS DE SAÚDE.
O Lavoisier Popular é um programa criado pela Diagnósticos da América para facilitar o acesso de todas as pessoas ao que existe de mais moderno em medicina diagnóstica.
Agora, você pode fazer todos os exames que seu médico solicitar, na unidade Lavoisier Popular mais perto de você, com os preços utilizados para os convênios conforme CBHPM – tabela AMB Basta apresentar o pedido médico, que não precisa ser de médico do SUS ou da Prefeitura.
Qualquer dúvida, acesse
http://www.lavoisier.com.br

Alguns exemplos de preços do Lavoisier Popular:
– Hemograma Completo: R$ 8,00
– Glicemia: R$ 4,00
– Colesterol Total + Frações: R$ 35,00
– Urina Tipo I: R$ 9,00
– Parasitologia: R$ 11,00
– Teste de Gravidez – Beta HCG: R$ 25,00
– TSH: R$ 28,00
– Raio X (1 ou 2 incidências): R$ 30,00
– Ultrassom Ginecológico: R$ 29,50
– Ultrassom Obstétrico: R$ 38,00
– Papanicolau: R$ 17,00
Você, que mora próximo as Unidades Lavoisier relacionadas abaixo e não possui convênio médico, já pode ter a garantia de suprir as necessidades de saúde de sua família, fazendo exames por um preço acessível, sem longos prazos de espera; além de contar com a reconhecida qualidade de nossos serviços..Para maiores informações ligue para a unidade mais próxima da sua residência

Unidades Lavoisier Popular
Angélica II – Av. Angélica, 2229 – (11) 3017 8233
Cambuci – Av. Lins de Vasconcelos, 169 – (11) 3207 2724
Carrão – Av. Conselheiro Carrão, 1865 – (11) 6197 0355 / 6197 7684
Carrefour Itaquera – Av. Nova Jacu Pêssego, 1200 – (11) 6523 3033
Guarulhos I – R. Presidente Prudente, 30 – (11) 6408 2265
Guarulhos II – Av. Salgado Filho, 1214 – (11) 6442 7375
Ipiranga – R. Labatut, 523 – (11) 6165 4300
Itaim Paulista – R. Barena, 663 – (11) 6571 7884
Itapecerica da Serra – Estrada de Itapecerica, 2497 – (11) 5513-7465 / 5513-7432
Jabaquara – R. Das Perobas, 485 – (11) 5011 9477
João Dias – R. São José, 29 – (11) 5522 6821 / 5522 2347
Nova Mooca – Av. Paes de Barros, 1220 – (11) 6605 9077
Osasco – Pça. Padroeira do Brasil, 211 – (11) 3654 0052
Penha – R. Caquito, 143 – (11) 6641 5255

Santos – R. Alexandre Herculano, 101 – (13) 3221 7968

S. Caetano do Sul – Av. Goiás, 1699 – (11) 4224 4898
São Mateus – Av. Mateo Bei, 2076 – (11) 6113 2535
Socorro – Av. De Pinedo, 85 – (11) 5686 6382 / 5681 3980
Shop. ABC – Av. Pereira Barreto, 42 – (11) 4427 6911 / 4427 7741
Shop. Aricanduva – Av. Aricanduva, 5555

Shop. Interlar – (11) 6725 2177
Shop. Center Norte – Trav. Casalbuono, 120 – Estac., Loja 1 – (11) 6251-1477
Shop. Metrô Tatuapé – R. Domingos Agostin, 91 – G2  – (11) 6192 9257
Shop. Taboão – Rod. Régis Bittencourt, km. 271,5 – Centro Médico – (11) 4701 0912 / 4786 1237
Tatuapé II – R. Euclides Pacheco, 424 – (11) 6194 2403
Tucuruvi – Av. Mazzei, 258 – (11) 6261 4569 / 6261 4807
Vila Maria – Av. Guilherme Cotching, 1580 – (11) 6636 4457
Vila Prudente – R. Do Orfanato, 33 – (11) 6161 7323


Caros IIr.’.,  o Ir.’. Protógenes já apresentou seu primeiro projeto de Lei.

Devemos, acompanhar, fiscalizar e auxiliar aqueles que ajudamos a eleger ou que foram eleitos com a marca da Maçonaria.

http://www.camara.gov.br/sileg/Prop_Detalhe.asp?id=490910

Nela pretende equiparar as penas de Corrupção a mesma do crime de homicídio, veja abaixo o texto.

PROJETO DE LEI No _____, DE 2011

(Do Sr. Delegado Protógenes)

Altera o Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 – Código Penal, o Decreto-Lei nº 3.689, de 3 de outubro de 1941 – Código de Processo Penal, e a Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992, que dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na Administração Pública direta, indireta ou fundacional, e dá outras providências.

O
Congresso Nacional
decreta:

Art. 1º O artigo 59 do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 – Código Penal, passa a vigorar acrescido de parágrafo único com a seguinte redação:

“Art. 59 …………………………………………………………………….

……………………………………………………………………………….

Critérios especiais dos crimes que gerem dano ao erário

Parágrafo único: Na fixação da pena de crimes que gerem dano ao erário, o juiz considerará a extensão do dano causado para elevar a pena base.” (NR)

Art. 2º O artigo 312 do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 – Código Penal, passa a vigorar acrescido de §1º-A com a seguinte redação:

“Art. 312 ……………………………………………………………………

……………………………………………………………………………….

§ 1º-A A pena será de doze a trinta anos, e multa, quando o crime previsto no caput resultar em expressivo dano ao erário.” (NR)

Art. 3º O artigo 317 do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 – Código Penal, passa a vigorar acrescido de §3º com a seguinte redação:

“Art. 317 ……………………………………………………………………

……………………………………………………………………………….

§ 3º A pena será de doze a trinta anos, e multa, quando o crime previsto no caput resultar em expressivo dano ao erário.” (NR)

Art. 4º O artigo 333 do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 – Código Penal, passa a vigorar acrescido de §2º com a seguinte redação, renumerando-se o parágrafo único para §1º:

“Art. 333 ……………………………………………………………………

……………………………………………………………………………….

§ 2º A pena será de doze a trinta anos, e multa, quando o crime previsto no caput resultar em expressivo dano ao erário.” (NR)

Art. 5º O art. 17 da Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992, passa a vigorar acrescido do seguinte parágrafo:

“Art. 17 …………………………………………………………………….

……………………………………………………………………………….

§ 13 Terão prioridade de realização todos os atos e diligências nos processos e procedimentos judiciais e administrativos, em qualquer instância, destinados a apurar a prática de ato de improbidade.” (NR)

Art. 6º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

JUSTIFICAÇÃO

A corrupção é uma das principais chagas do Brasil. De acordo com o Índice de Percepção de Corrupção da ONG Transparência Internacional, em 2008, o Brasil atingiu a marca de 3,7 em uma escala que vai de zero (países vistos como muito corruptos) a dez (considerados bem pouco corruptos) e ficou em 75º em um ranking de 180 países avaliados.

A corrupção alimenta o tráfico de drogas em especial o avanço do crack nas grandes cidades e nas cidades do interior dos Estados.

Em 2009, entre os países da América Latina, o Brasil aparece abaixo de Chile, Uruguai, República Dominicana, Costa Rica e Cuba no ranking. Em todo o mundo, países como Itália, Brunei, Coreia do Sul, Turquia, África do Sul, Hungria, Geórgia e Gana tiveram índices melhores do que o Brasil.

Estudo da Fiesp realizado em 2010 revela que a corrupção no Brasil custa até R$ 69,1 bilhões por ano (“Corrupção no Brasil custa até R$ 69,1 bilhões por ano, diz estudo da FIESP”. Correio Braziliense. Publicado em 10/05/2010).

Apesar dos avanços obtidos no governo Lula com o fortalecimento da Polícia Federal e da CGU, ainda nos encontramos muito aquém no que diz respeito ao combate rigoroso as práticas de corrupção.

Um dos principais problemas que dificultam o combate à corrupção é a cultura de impunidade ainda vigente no país. Essa cultura é ainda mais presente entre os administradores públicos. Estudo divulgado pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) revela que entre 1988 e 2007, nenhum agente político foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Durante este período, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) condenou apenas cinco autoridades. (“STF não condena agentes públicos há 18 anos, diz AMB” por Soraia Costa. Em Congresso em Foco. Acessado em 20 de julho de 2007).

Em seu discurso de posse a presidenta Dilma Rousseff destaca a necessidade de combater com firmeza a corrupção “Serei rígida na defesa do interesse público. Não haverá compromisso com o erro, o desvio e o malfeito. A corrupção será combatida permanentemente, e os órgãos de controle e investigação terão todo o meu respaldo para aturem com firmeza e autonomia”

A proposição em tela visa contribuir com superação desse estado de coisas. Duas medidas são propostas:

a) alteração do Código Penal para prever expressamente que o juiz deve fixar a pena base levando em consideração a extensão do dano causado ao erário público, nos crimes contra administração pública.

b) equipara à pena de homicídio qualificado (doze a trinta anos) os crimes de peculato, corrupção passiva e corrupção ativa, quando sua prática resultar em expressivo dano ao erário público.

c) alteração na Lei de Improbidade Administrativa para conferir prioridade aos processos e procedimentos judiciais e administrativos destinados a apurar a prática de ato de improbidade.

d) alteração do Código de Processo Penal para dar prioridade de tramitação aos procedimentos judiciais em processos de crimes de responsabilidade de funcionários públicos.

Diante do elevado alcance social das medidas propostas, contamos com o apoio de nossos pares a fim de aprovar o presente projeto de lei.

Sala das Sessões,  em         de                         de 2011.

Deputado Delegado Protógenes

PCdoB/SP

Sobre omeganeo

"Três coisas agradam a todo o mundo: gentileza, frugalidade e humildade. Pois os gentis podem ser corajosos, os frugais podem ser liberais e os humildes podem ser condutores de homens."
Esse post foi publicado em Cadeia de união, DIFUSÃO DE CULTURA, Divulgação, e-book, Hospitalaria, Livros, Maçônico, maçom, Utilidade Pública e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Livro Maçônico “Regnum” – hospitalaria – Projeto de Lei-Ir.’. Protógenes

  1. Parabéns Ir.’.
    Conte comigo em suas batalhas, estou a sua disposição em Manaus

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s